Carregando...
Jusbrasil - Legislação
27 de janeiro de 2022

Lei 4188/03 | Lei nº 4188, de 29 de setembro de 2003

Publicado por Governo do Estado do Rio de Janeiro (extraído pelo Jusbrasil) - 18 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

FIXA TAXA DE JUROS E CRITERIOS PARA A CONCESSÃO DE FINANCIAMENTOS A PROJETOS ENQUADRADOS EM PROGRAMAS DE FOMENTO NO ÂMBITO DO FUNDO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - FUNDES. Ver tópico (11 documentos)

A Governadora do Estado do Rio de Janeiro, Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - A taxa de juros nominais fixos nas operações de financiamento com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico e Social - FUNDES, instituído pelo Decreto-Lei nº 08, de 15 de março de 1975, será de, no mínimo, 6% a.a. e de, no máximo, 12% a.a., sem prejuízo dos demais encargos financeiros incidentes naquelas operações, para os projetos enquadrados segundo os seguintes critérios estabelecidos nos programas setoriais ou regionais instituídos pelo Poder Executivo: Ver tópico (2 documentos)

I - Programa Setorial de Desenvolvimento da Indústria do Petróleo no Estado do Rio de Janeiro - RIOPETRÓLEO; Programa de Desenvolvimento da Indústria de Transformação de Resinas Petroquímicas no Estado do Rio de Janeiro - RIOPLAST; Programa de Desenvolvimento dos Setores de Autopeças e Navipeças do Estado do Rio de Janeiro - RIOPEÇAS; Programa de Desenvolvimento Industrial dos Municípios Fluminenses priorizados no Programa Comunidade Solidária - RIOSOLIDÁRIO; Programa de Desenvolvimento do Setor Eletro-eletrônico e de Telecomunicações no Estado do Rio de Janeiro - RIOTELECOM; Programa de Desenvolvimento dos Setores Têxtil e de Confecções no Estado do Rio de Janeiro - RIOTÊXTIL; Programa Básico de Fomento à Atividade Industrial no Estado do Rio de Janeiro - RIOINDÚSTRIA: Ver tópico

a) - Projetos de instalação de novas unidades fabris que impliquem em investimento fixo, igual ou superior a 500.000 UFIR's-RJ e que não estejam associados à descontinuação de outras atividades fabris da mesma empresa em território fluminense; Ver tópico

b) - Projetos de expansão de unidades fabris que acarretem a ampliação de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e em investimento fixo, igual ou superior a 300.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

c) - Projetos de relocalização de unidades fabris que acarretem a ampliação de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e correspondam a um investimento fixo, igual ou superior a 500.000 UFIR's-RJ. Ver tópico

II - Programa Setorial de Desenvolvimento da Indústria de Química Fina de Aplicações Biotecnológicas no Estado do Rio de Janeiro - RIOFÁRMACOS; Programa Especial de Desenvolvimento Industrial das Regiões Norte e Noroeste Fluminenses - RIONORTE/NOROESTE: Ver tópico

a) - Projetos de instalação de novas unidades fabris que impliquem em investimento fixo, igual ou superior a 300.000 UFIR's-RJ e que não estejam associados à descontinuação de outras atividades fabris da mesma empresa em território fluminense; Ver tópico

b) - Projetos de expansão de unidades fabris que impliquem em aumento de faturamento e investimento fixo, igual ou superior a 150.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

c) - Projetos de relocalização de unidades fabris que acarretem a expansão de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e correspondam a um investimento fixo, igual ou superior a 300.000 UFIR's-RJ. Ver tópico

III - Programa de Fomento ao Setor Moveleiro e de Artefatos de Decoração no Estado do Rio de Janeiro - RIOMÓVEIS: Ver tópico

a) - Projetos de instalação de novas unidades fabris que impliquem em investimento fixo, igual ou superior a 250.000 UFIR's-RJ e que não estejam associados à descontinuação de outras atividades fabris da mesma empresa em território fluminense; Ver tópico

b) - Projetos de expansão de unidades fabris que impliquem em aumento de faturamento e investimento fixo, igual ou superior a 150.000 UFIR's-RJ Ver tópico

c) - Projetos de relocalização de unidades fabris que acarretem a expansão de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e correspondam a um investimento fixo, igual ou superior a 200.000 UFIR's-RJ. Ver tópico

IV - Programa de Fomento ao Desenvolvimento Tecnológico do Estado do Rio de Janeiro - RIOTECNOLOGIA: Ver tópico

a) Projetos: Ver tópico

1 - de instalação, relocalização ou ampliação de empresas destinadas à produção de bens e serviços, desde que correspondam a um investimento de, no mínimo, a 150.000 UFIR's-RJ e, no caso de relocalização ou ampliação, acarretem a expansão de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva;

2 - de transferência de tecnologia e de desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços, em empresas situadas no Estado do Rio de Janeiro, desde que impliquem em investimentos de, no mínimo, 100.000 UFIR's-RJ e sejam contratados junto a:

? parques e pólos tecnológicos, instituições de pesquisa ou incubadoras de empresas de base tecnológica vinculadas a uma destas entidades, localizados no Estado de Rio de Janeiro;

? empresas de base tecnológica localizadas em parques e pólos tecnológicos ou em incubadoras de empresas de base tecnológica fluminenses a estes vinculadas ou criadas junto a instituições de pesquisa;

? agentes SOFTEX, além de empresas formalmente associadas a estas entidades, localizadas no Estado do Rio de Janeiro.

3 - de investimentos de empresas localizadas no Estado do Rio de Janeiro, destinados à constituição, ampliação e modernização de parques e pólos tecnológicos, instituições de pesquisa e incubadoras de empresas de base tecnológica, vinculadas a uma destas entidades e impliquem em investimento de, no mínimo, 100.000 UFIR's-RJ.

b) - Projetos em parques e pólos tecnológicos no Estado do Rio de Janeiro 1 - de instalação, relocalização ou ampliação de empresas nestes localizadas destinadas a produzir bens e serviços, desde que correspondam a um investimento de, no mínimo, 100.000 UFIR's-RJ e, no caso de relocalização ou ampliação, acarretem a expansão de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva; Ver tópico

2 - de desenvolvimento de novos produtos, processos e serviços em empresas localizadas em parques e pólos tecnológicos, desde que correspondam a um investimento de, no mínimo, 80.000 UFIR's-RJ.

V - Programa de Atração de Investimentos Estruturantes - RIOINVEST: Ver tópico

a) - Investimento superior a 40.000.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

b) - Geração de 400 novos empregos ou Ver tópico

c) - Introdução de tecnologia de ponta de efeito multiplicativo. Ver tópico

VI - Programa Estadual de Apoio ao Cinema - PROCINE: Ver tópico

a) - Projetos de produção e distribuição de filmes de longa metragem; Ver tópico

b) - Projetos de abertura ou reabertura de salas ou conjunto de salas de cinema. Ver tópico

VII - Programa de Fomento ao Desenvolvimento Industrial Sustentável do Estado do Rio de Janeiro - RIO ECOPOLO: Ver tópico

a) - projetos que tenham por objetivo a adoção de processo de produção mais limpo e que importem em investimento de, no mínimo, 60.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

b) - projetos destinados a transformação de resíduos e despejos em geral em matérias primas, desde que importem em investimento de, no mínimo, 80.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

c) - projetos para reutilização de água no processo produtivo, e reciclagem de resíduos em geral, desde que importem em investimento de, no mínimo, 100.000 UFIR's-RJ. Ver tópico

VIII - Programa de Desenvolvimento do Setor de Empresas Emergentes no Estado do Rio de Janeiro - RIO EMPRESA EMERGENTE: Ver tópico

a) - projetos de instalação de empresas, no Estado, destinadas a produzir bens e serviços de forma geral, que impliquem em investimentos de, no mínimo, 200.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

b) - projetos de relocalização de empresas de forma geral, situadas no Estado do Rio de Janeiro, que acarretem a expansão de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e correspondam a um investimento fixo de, no mínimo, 150.000 UFIR's-RJ; Ver tópico

c) - projetos de modernização e ampliação de capacidade de empresas de forma geral, que impliquem em um acréscimo de, no mínimo, 30% da capacidade produtiva e um efetivo aumento do faturamento com investimento fixo de, no mínimo, 100.000 UFIR's-RJ. Ver tópico

IX - Programa de Desenvolvimento do Setor de Turismo - RIOTURISMO: Ver tópico

d) - projetos de ampliação do número de vôos internacionais destinados aos aeroportos do estado do Rio de Janeiro; Ver tópico

e) - programas de incentivos para realizações de feiras de negócios e congressos no Estado do Rio de Janeiro; Ver tópico

f) - projetos de pólos turísticos no Estado do Rio de Janeiro. Ver tópico

Parágrafo único - Caberá à Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, mediante Mensagem do Poder Executivo, proceder ao enquadramento de projetos no Programa de Atração de Investimentos Estruturantes - RIOINVEST que envolvam financiamento com juros inferiores ao fixado no art. 1º da presente Lei. Ver tópico (2 documentos)

Art. 2º - O disposto no art. não se aplica aos programas MOEDA VERDE, instituídos no âmbito do FUNDES, pelo Poder Executivo, para o fortalecimento das atividades agrícola, pesqueira e agroindustrial, cuja taxa de juros nominais será de 2%. Ver tópico

Art. 3º - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário. Ver tópico

Rio de Janeiro, 29 de setembro de 2003.

ROSINHA GAROTINHO

Governadora Ficha Técnica

Projeto de Lei nº737/2003Mensagem nº42/2003
AutoriaPODER EXECUTIVO
Data de publicação 09/30/2003Data Publ. partes vetadas

Assunto:

Fundes, Taxa De Juros, Juros

Tipo de Revogação Em Vigor

Texto da Revogação :

Redação Texto Anterior Texto da Regulamentação Leis relacionadas ao Assunto desta Lei

No documents found

Atalho para outros documentos

Atalho para outros documentos

×

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)