Carregando...
Jusbrasil - Legislação
27 de janeiro de 2022

Lei 3785/02 | Lei nº 3785, de 20 de Março de 2002

Publicado por Governo do Estado do Rio de Janeiro (extraído pelo Jusbrasil) - 19 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

DISPÕE SOBRE A INSTITUIÇÃO DO FUNDO REFINARIA NORTE FLUMINENSE - RENORTE E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. Ver tópico (3 documentos)

O GOVERNADOR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO,

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - Fica instituído o FUNDO REFINARIA NORTE FLUMINENSE - RENORTE, a ser gerido pelo Estado do Rio de Janeiro, com a participação dos Municípios que firmarem termo próprio, tendo por objetivo assegurar recursos que viabilizem a instalação de refinaria de petróleo na região Norte do Estado. Ver tópico (1 documento)

Art. 2º - Os recursos do RENORTE serão constituídos das quotas empenhadas e liberadas das dotações orçamentárias que lhe serão consignadas em cada exercício, bem como de recursos de outras fontes. Ver tópico (1 documento)

§ 1º - Constituem recursos do RENORTE, além das dotações orçamentárias previstas no "caput". Ver tópico (1 documento)

* I - 50% (cinqüenta por cento) das receitas de royalties, royalties excedentes e participações especiais, auferidas pelo Estado em decorrência da exploração e produção de petróleo e gás, líquidas dos pagamentos à União, das cotas-partes dos Municípios incidentes sobre os royalties e da cota-parte do Fundo Estadual de Conservação Ambiental e Desenvolvimento Urbano, até o limite total de R$ 770.000.000,00 (setecentos e setenta milhões de reais), equivalentes a US$ 315.000.000,00 (trezentos e quinze milhões de dólares norte americanos), no prazo de 7 (sete) anos.

* ver: Lei 4142/2003.

II - parcela das receitas municipais provenientes dos royalties, royalties excedentes e participações especiais, auferidas em decorrência da exploração e produção de petróleo e gás natural, dos Municípios que firmarem instrumento próprio com o Estado; Ver tópico

III - contribuições e doações de qualquer origem a ele destinadas; Ver tópico

IV - os recursos decorrentes de pagamentos oriundos de financiamentos concedidos pelo Estado do Rio de Janeiro, através do RENORTE; e Ver tópico

V - os rendimentos das aplicações financeiras dos recursos do RENORTE. Ver tópico

§ 2º - O Estado compromete-se a complementar anualmente a insuficiência de recursos, caso as receitas líquidas de participações governamentais auferidas em decorrência da extração e produção de petróleo e gás natural a que se refere o inciso I, § 1º, do Art. 2º, não atinjam, anualmente, no mínimo R$ 110.000.000,00 (cento de dez milhões de reais), equivalentes a US$ 45.000.000,00 (quarenta e cinco milhões de dólares norte americanos) por ano. Ver tópico

§ 3º - Os recursos a que se referem o "caput" e o § 1º deste artigo deverão ser disponibilizados para o RENORTE a partir do 1º dia útil após comprovado que estão assegurados os recursos de capital e de financiamentos nacionais e internacionais para a instalação da refinaria, bem como assinados pelas partes interessadas os instrumentos legais destinados a assegurar a instalação da refinaria de petróleo. Ver tópico

Art. 3º - Os recursos do RENORTE serão utilizados exclusivamente para as seguintes finalidades: Ver tópico

I - aquisição de participação acionária minoritária e de caráter temporário, do Estado do Rio de Janeiro e dos Municípios que firmarem termo próprio, no capital da sociedade constituída para instalar a refinaria de petróleo no Norte do Estado, mediante a: Ver tópico

a) - subscrição de ações ou de cotas em Fundos de Participação; Ver tópico

b) - subscrição de debêntures ou outros títulos de crédito conversíveis em ações. Ver tópico

II - execução de obras de infra-estrutura vinculada a implementação da refinaria de petróleo; Ver tópico

III - cobertura parcial do custo dos encargos financeiros de empréstimos contraídos pela sociedade constituída para instalar a refinaria de petróleo; e Ver tópico

IV - concessão de fianças ou avais. Ver tópico

Art. 4º - Fica autorizado o Poder Executivo, a conceder isenção fiscal de ICMS para todos os ativos a serem adquiridos pelos projetos financiados pelo RENORTE. Ver tópico

Art. 5º - A gestão dos recursos do RENORTE compreendida como o efetivo aporte orçamentário e a aplicação financeira dos saldos disponíveis, competirá à Secretaria de Estado de Fazenda, cabendo à Secretaria de Estado de Controle Geral a programação dos respectivos desembolsos, bem como o acompanhamento, o controle e a avaliação da aplicação dos recursos e a prestação de contas. Ver tópico

Art. 6º - O Estado do Rio de Janeiro deverá assegurar, mediante contrato a ser assinado com os acionistas controladores da sociedade constituída para implantar a refinaria de petróleo, o direito de alienação, através de leilão ou outra modalidade que assegure o adequado retorno do capital investido, de parcela ou da totalidade de sua participação acionária minoritária, após decorridos 10 (dez) anos da entrada em operação da refinaria. Ver tópico

Parágrafo único - A operação de alienação mencionada no "caput" deverá ser autorizada pela Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Ver tópico

Art. 7º - A fiscalização dos recursos do RENORTE será realizada pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. Ver tópico

Art. 8º - Esta Lei entrará em vigor 1 (um) ano após a sua publicação, revogando-se as disposições em contrário. Ver tópico

Rio de Janeiro, em 20 de março de 2002.

ANTHONY GAROTINHO

Governador Ficha Técnica

Projeto de Lei nº2858/2002Mensagem nº12/2002
AutoriaPODER EXECUTIVO
Data de publicação 03/21/2002Data Publ. partes vetadas

Assunto:

Fundo Refinaria Norte Fluminense - Renorte, Renorte Sub Assunto:

Fundo

Tipo de Revogação Em Vigor

Texto da Revogação :

Redação Texto Anterior Texto da Regulamentação Leis relacionadas ao Assunto desta Lei Leis Ordinárias Atalho para outros documentos Lei 4142/2003

Redação Texto Anterior Texto da Regulamentação Leis relacionadas ao Assunto desta Lei Leis Ordinárias Atalho para outros documentos Lei 4142/2003

Amplie seu estudo

×

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)