Carregando...
JusBrasil - Notícias
20 de setembro de 2014

Vale Social para ônibus passa a ser eletrônico

Publicado por Governo do Estado do Rio de Janeiro (extraído pelo JusBrasil) - 5 anos atrás

LEIAM 0 NÃO LEIAM

Por Ascom da Secretaria de Transportes

O Vale Social, benefício do Governo do Estado que garante gratuidade em ônibus intermunicipais, trem, metrô e barca para portadores de deficiência física e doenças crônicas, vai passar por uma reformulação. A partir desta sexta-feira (17/10), a Secretaria de Transportes, em parceria com a Fetranspor, vai disponibilizar o passe livre em cartão eletrônico no lugar da antiga carteira, que garante a gratuidade em ônibus intermunicipais.

O novo cartão será confeccionado pela Fetranspor, nos moldes do RioCard, com foto e informações do beneficiado. Com a bilhetagem eletrônica, o prazo de confecção do Vale Social será significativamente reduzido. Inicialmente, serão confeccionados 15 mil cartões eletrônicos e novos lotes serão expedidos semanalmente, de acordo com os novos pedidos que surgirem.

Além de mais rápido do que o atual, o novo sistema também vai possibilitar maior controle do número de passagens utilizadas por cada beneficiado e, conseqüentemente, maior rigor no repasse do valor pago às empresas de ônibus pelo Governo do Estado. Hoje, o Estado gasta R$ 6,9 milhões por mês em isenção de impostos pela gratuidade.

– Com o cartão eletrônico, teremos um controle efetivo da despesa com gratuidade. Isso trará economia aos cofres do estado e agilidade ao beneficiado, que receberá o cartão mais rapidamente – ressalta o secretário de Transportes, Julio Lopes.

Os beneficiários do Vale Social para gratuidade em ônibus intermunicipal, hoje em torno de 20 mil pessoas em todo o estado, terão até o dia 1 de dezembro para efetuar a retirada do novo vale eletrônico. A partir desta data, a antiga carteira não será mais aceita nos ônibus intermunicipais, mas continuará garantindo a viagem gratuita para os beneficiários de trens e barcas. No caso do metrô, o acesso é garantido pelo cartão emitido pela própria concessionária.

Os novos cartões eletrônicos para ônibus deverão ser retirados pelos beneficiários nos postos onde fizeram a solicitação. No caso dos moradores do Rio de Janeiro, a retirada do cartão deve ser agendada com a Fetranspor, através do telefone (21) 4003-3737. Cartazes explicativos serão afixados nos ônibus que circulam pelo Estado, em postos credenciados e na Rodoviária Novo Rio, alertando sobre a mudança.

Para os beneficiados, o novo cartão acabará com o constrangimento de entrar nos ônibus pela porta de trás. Desta forma, poderão subir na condução e utilizar o cartão da mesma forma que os pagantes.

- O cartão eletrônico será melhor para a gente. Muitas vezes, temos que mostrar o vale para o motorista ver se não é fraude, ver se está dentro da validade. E isso é muito constrangedor – reclama Irene da Conceição, moradora de Valença e usuária do vale social desde julho deste ano.

Desde o início desta gestão, a Secretaria de Transportes vem reestruturando o setor do Vale Social. A equipe que analisa os pedidos de benefício, agora, conta com um sistema informatizado, que acompanha cada caso através do cruzamento do CPF dos requerentes e os postos de credenciamento, reduzindo o risco de fraudes.

- A informatização agilizou muito nosso processo de análise. Muitas pessoas dão entrada em vários postos de atendimento, acreditando que o processo será mais rápido, mas a atitude acaba, na verdade, atrasando a emissão dos passes - comenta o secretário Julio Lopes.

A Secretaria de Transportes já está testando também um novo sistema de informática que vai possibilitar aos usuários consulta sobre o andamento dos processos pela Internet. Além disso, no início de outubro, a secretaria abriu mais um posto de atendimento, no subsolo da Central do Brasil. O intuito é facilitar a vida do usuário, já que a Central é um ponto estratégico em que se encontram modais como trem, ônibus e metrô. O novo posto tem feito, em média, 260 atendimentos por dia.

Entre os itens em estudo para tornar o Vale Social mais acessível àqueles que realmente dependem do benefício está ainda o aumento de seu tempo de validade. Tramita na Alerj um processo que propõe a extensão do prazo de validade do vale de dois para quatro anos, no caso de deficiência, e de um para dois anos no caso de doenças crônicas. O projeto tem apoio da Secretaria de Transportes.

Dúvidas sobre o novo cartão eletrônico poderão ser tiradas no posto em que o usuário deu entrada no benefício, no posto Rio Simples, na Central do Brasil, ou através dos telefones do Vale Social: (21) 2299-2900 / 2902 / 2903.

0 Comentário

Faça um comentário construtivo abaixo e ganhe votos da comunidade!

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "gritar" ;)

ou

×
Disponível em: http://gov-rj.jusbrasil.com.br/noticias/142554/vale-social-para-onibus-passa-a-ser-eletronico